Jornal das 13 Jornal Diário Último Jornal

Vasco Seabra quer um dia feliz do Paços de Ferreira para vencer o Benfica

| Desporto
Porto Canal com Lusa

Paços de Ferreira, Porto, 17 mar (Lusa) - O treinador do Paços de Ferreira disse hoje querer ir além do empate na receção ao Benfica e assim melhorar a prestação diante do FC Porto, também concorrente ao título, na 26.ª jornada da I Liga de futebol.

"Queremos fazer melhor do que fizemos contra o FC Porto (0-0), queremos não sofrer golos e, se possível, marcar. Sentimo-nos em casa, um lugar estável, e é mais uma oportunidade que temos", disse Vasco Seabra, na conferência de antevisão ao jogo de sábado.

O técnico pacense evidenciou "a força" e "o conforto" do fator casa para um jogo frente a "um excelente adversário, individual e coletivamente", reforçando o objetivo de repetir a solidez defensiva e melhorar a finalização.

"Vamos orientar-nos com o objetivo de manter a nossa baliza a zeros e de procurar constantemente a baliza adversária para marcarmos golos. Com a nossa união, força e organização, vamos tentar contrariar o favoritismo [do Benfica], sabendo que é um jogo extremamente delicado em termos do adversário que defrontámos", disse Vasco Seabra.

A receita do técnico para que, no final, seja mais um dia feliz para o Paços passa por valorizar o que a equipa faz melhor e ser ainda mais forte naquilo que o adversário é forte.

"Faremos de tudo para valorizar o que fazemos bem e procuraremos estar mais fortes naquilo que fazemos menos bem. E, em relação ao adversário, naquilo que são muito fortes, tentaremos ser ainda mais fortes, e esperar que seja mais um dia feliz da nossa parte", sublinhou.

Sobre o adversário, Seabra disse "valorizar o que é o Benfica enquanto equipa", reconhecendo nos campeões em título "uma equipa extremamente forte".

"[O Benfica] Tem excelentes individualidades, um excelente treinador e uma equipa extremamente forte. Basta ver o percurso nos últimos anos. Vai ser uma equipa que vai encarar o jogo com grande determinação e alma, mas queremos ser nós, no fim, a fazer a diferença", acrescentou.

Para o técnico pacense, "equipas que lutam para serem campeãs nacionais não podem estar dependentes de jogar antes ou depois" umas das outras ou agarrar-se a desculpas sobre ausências de determinados jogadores, repisando a ideia de que "vai ser um jogo disputado".

O Paços de Ferreira, 14.º classificado com 26 pontos e a permanência bem encaminhada, defronta o líder Benfica, com 63, no estádio Capital do Móvel, no sábado, a partir das 20:30, num jogo que terá arbitragem de João Pinheiro, da associação de Braga.

CYA/JPYG // JP

Lusa/Fim

+ notícias: Desporto

Vítor Oliveira explica o porquê de ficar no Portimonense e de não ter ficado em Chaves

Vítor Oliveira, treinador do Portimonense, conhecido por subir equipas da segunda para a primeira liga, afirmou esta quarta-feira no Porto Canal, que vai ficar em Portimão porque o clube tem todas as condições para continuar a trabalhar bem. O técnico explicou também o porquê de na época passada não ter ficado em Chaves após a subida.

FC Porto: final de Viena foi há 30 anos

A primeira grande conquista do FC Porto aconteceu há 30 anos, a 27 de maio de 1987, no Prater, em Viena (Áustria), com a vitória por 2-1 face ao Bayern Munique, na final da Taça dos Campeões Europeus.

Merelinense continua a sonhar com a subida à segunda liga

O Merelinense foi considerada a equipa sensação no campeonato de Portugal e o sonho da subida esteve perto de se realizar, mas um empate no último jogo, atirou a equipa para o play-off de acesso à segunda liga. O Merelinense já ultrapassou as tristezas e promete lutar com todas as forças frente ao Académico de Viseu.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

DESCUBRA MAIS