Info

Actividade económica recupera em Outubro pela 1.ª vez desde Fevereiro de 2011 - BdP

| Política
Fonte: Agência Lusa

Redação, 22 nov (Lusa) - A atividade económica recuperou em outubro pela primeira vez desde fevereiro de 2011, de acordo com os indicadores de conjuntura hoje divulgados pelo Banco de Portugal (BdP).

De acordo com o BdP, o indicador coincidente da atividade económica recuperou 0,4% em outubro (contra os -0,1% observados em setembro), registando o primeiro resultado positivo desde fevereiro de 2011.

Os indicadores divulgados no mês passado pelo Banco de Portugal apontavam para uma recuperação da atividade económica já em setembro, com o indicador coincidente da atividade económica a progredir 0,1%, mas os dados revistos com a informação mais recente atiraram este indicador novamente para valores negativos em setembro (-0,1%).

Quanto ao indicador coincidente do consumo privado, que acumula quedas desde novembro de 2010, apresentou uma diminuição homóloga de 0,3% em outubro (-0,9% em setembro), mantendo a tendência de recuperação observada desde inícios de 2012.

PD // MSF

Lusa/fim

+ notícias: Política

Partidos consensualizam um minuto e meio para Chega, IL e Livre no debate com PM

Todos os partidos com assento parlamentar consensualizaram hoje intervenções de um minuto e meio para os deputados únicos de Chega, Iniciativa Liberal e Livre no debate quinzenal com o primeiro-ministro de quarta-feira.

PS entrega resolução dando um minuto de intervenção a deputados únicos em debates quinzenais

O PS entregou hoje alterações ao Regimento da Assembleia da República, prevendo que os deputados únicos (Chega, Iniciativa Liberal e Livre) tenham um minuto de tempo de intervenção em debates quinzenais com o primeiro-ministro já na quarta-feira.

Bloco de Esquerda diz que contratação de pessoal nas escolas deve ser autorizada "imediatamente"

A coordenadora do Bloco de Esquerda (BE), Catarina Martins, defendeu hoje que a contratação de funcionários em falta nas escolas deve ser autorizada "imediatamente" pelo Ministério da Educação, que também precisa de "rever" os rácios.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.