Info

Presidente da República apela à serenidade em "tempo que não é fácil para Portugal"

Presidente da República apela à serenidade em "tempo que não é fácil para Portugal"
| Política
Porto Canal

O Presidente da República apelou hoje à serenidade num "tempo em que não é fácil para Portugal", mas escusou-se a falar sobre a manifestação das forças de segurança realizada na quinta-feira em frente à Assembleia da República.

"Não tenho ainda informação completa sobre o que aconteceu, porque ainda não tive oportunidade de falar com o Governo e, por isso, numa circunstância destas o meu apelo só pode ser um: serenidade, que se mantenha a serenidade neste tempo que não é fácil para Portugal, em que dependemos tanto, tanto dos credores que nos observam todos os dias", afirmou o chefe de Estado, quando questionado sobre a manifestação das forças de segurança.

Interrogado se não é criticável que a polícia de choque nada tenha feito quando os manifestantes começaram a subir as escadarias do parlamento, ao contrário da atuação em outras manifestações, Cavaco Silva reiterou que não tem ainda "informação completa sobre o que aconteceu" e não fará "qualquer declaração" enquanto não falar com o Governo.

O Presidente da República lembrou, contudo, que sempre manifestou "um grande apreço" pelas forças de segurança, "reconhecendo a sua capacidade para manter a ordem pública e garantir aos cidadãos a segurança das pessoas e dos seus bens"

"É isso que os portugueses esperam da nossa polícia", acrescentou o chefe de Estado, que falava aos jornalistas no final da inauguração do centro internacional da Nokia, em Alfragide.

+ notícias: Política

Partidos consensualizam um minuto e meio para Chega, IL e Livre no debate com PM

Todos os partidos com assento parlamentar consensualizaram hoje intervenções de um minuto e meio para os deputados únicos de Chega, Iniciativa Liberal e Livre no debate quinzenal com o primeiro-ministro de quarta-feira.

PS entrega resolução dando um minuto de intervenção a deputados únicos em debates quinzenais

O PS entregou hoje alterações ao Regimento da Assembleia da República, prevendo que os deputados únicos (Chega, Iniciativa Liberal e Livre) tenham um minuto de tempo de intervenção em debates quinzenais com o primeiro-ministro já na quarta-feira.

Bloco de Esquerda diz que contratação de pessoal nas escolas deve ser autorizada "imediatamente"

A coordenadora do Bloco de Esquerda (BE), Catarina Martins, defendeu hoje que a contratação de funcionários em falta nas escolas deve ser autorizada "imediatamente" pelo Ministério da Educação, que também precisa de "rever" os rácios.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

RELACIONADAS

DESCUBRA MAIS

N'Agenda

"Este mundo espantoso, inquieto e...

D'Mais

Hora do chá - o que é o...

N'Agenda

Pedro Abrunhosa - 'Espiritual'