Jornal das 13 Jornal Diário Último Jornal

CGD: Costa diz que assunto "acabou" na segunda-feira com intervenção de Marcelo

| Política
Porto Canal com Lusa

Oeiras, Lisboa, 16 fev (Lusa) - O primeiro-ministro, António Costa, escusou-se hoje a comentar novos dados em torno da Caixa Geral de Depósitos (CGD) e das comunicações entre o ministro das Finanças e o antigo presidente do banco, dizendo que o assunto "acabou" na segunda-feira.

"O quê, ainda andam com esse assunto? Ainda não ouviram o senhor Presidente da República? Isso já acabou tudo na segunda-feira", disse Costa, questionado sobre a matéria à margem de uma iniciativa em Oeiras.

Estas foram as únicas palavras do primeiro-ministro, que aludia à nota de segunda-feira à noite do chefe de Estado, Marcelo Rebelo de Sousa, que declarou manter a confiança no ministro das Finanças, Mário Centeno, "atendendo ao estrito interesse nacional, em termos de estabilidade financeira".

Na terça-feira, o Presidente falou também do tema para o declarar como "encerrado", mas o alegado acordo entre o ministro das Finanças e o anterior presidente da Caixa sobre uma hipotética dispensa de apresentação de declarações de rendimentos e património no Tribunal Constitucional continua a preencher a agenda noticiosa.

PPF // JPS

Lusa/Fim

twitter facebook Google plus Whatsapp imprimir

+ notícias: Política

Saída de Vítor Gaspar. Portas "irrevogável". Ecos negativos nos mercados financeiros. Marcelo enumera motivos para segurar Centeno

O Presidente da República esclareceu hoje ter querido evitar crise política similar à de 2013, após demissão do então Ministro das Finanças, referindo-se à polémica entre Mário Centeno e a anterior administração da Caixa Geral de Depósitos (CGD).

Costa reitera que "nada mais há a dizer" sobre a Caixa Geral de Depósitos

 O primeiro-ministro reiterou hoje que "nada mais há a dizer" em torno da Caixa Geral de Depósitos (CGD) e de polémicas em torno da antiga administração, voltando a subscrever o "bom entendimento" do Presidente da República sobre a matéria.

CDU quer reabilitar espaços urbanos da cidade do Porto

A CDU quer que a Câmara Municipal do Porto requalifique o Parque Oriental na cidade do Porto. Os comunistas dizem que é prioritário ampliar a área total do parque, colocação de mobiliário, transportes públicos e atividades físicas para a população em geral.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

RELACIONADAS

DESCUBRA MAIS