Jornal das 13 Jornal Diário Último Jornal

Em 2021 o metro do Porto vai chegar a Vila D’Este

Em 2021 o metro do Porto vai chegar a Vila D’Este
| Norte
Porto Canal (AYR)

A extensão da Linha Amarela do metro do Porto vai chegar até Vila D’Este, em Vila Nova de Gaia, sendo a previsão de conclusão em 2021, avançou, esta quarta-feira à noite, a empresa Metro do Porto.

Nesta quarta-feira à noite a Metro do Porto apresentou um estudo na Câmara de Gaia indicando que, a obra da extensão da Linha Amarela deverá ficar pronta em 2021, uma vez que vai ser adjudicada em dezembro de 2018 para a obra ter início em janeiro de 2019.

Nesta extensão de linha vão surgir três novas estações: Manuel Leão, Hospital Santos Silva e Vila D'Este. A linha de Hospital Santos Silva será construída à superfície, junto ao hospital, enquanto que a de Manuel Leão será subterrânea. A de Vila D’Este terá um cais único.

No estudo apresentado é também referido que vai ser construído, na zona de Vilar de Andorinho, um parque de estacionamento com capacidade para 20 automóveis, bem como, uma estação de serviço com máquina de lavar.

O valor global do investimento é de 106 milhões de euros, oito milhões em estudos, projetos e fiscalização e os restantes 98 milhões em construção.

twitter facebook Google plus Whatsapp imprimir

+ notícias: Norte

Encontrado homem que estava desaparecido em Ponte de Lima

Foi encontrado com vida, esta segunda-feira, o homem de 80 anos que estava desaparecido em Ponte de Lima, avança o comandante dos Bombeiros Voluntários de Ponte de Lima ao Porto Canal.

Sapador florestal de Barcelos sofre ferimentos graves em queda de nove metros

Um homem de 40 anos, sapador florestal, estava a trabalhar quando caiu de uma ribanceira com cerca de nove metros sofrendo ferimentos graves, avança fonte oficial dos Bombeiros Voluntários de Barcelos ao Porto Canal.

Colisão entre três ligeiros faz três feridos, um deles grave

Uma colisão entre três veículos ligeiros, hoje, em Reboreda, Vila Nova de Cerveira, fez três feridos, um deles em estado grave, disse à Lusa fonte da proteção civil.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

DESCUBRA MAIS