Jornal das 13 Jornal Diário Último Jornal

Em 2021 o metro do Porto vai chegar a Vila D’Este

Em 2021 o metro do Porto vai chegar a Vila D’Este
| Norte
Porto Canal (AYR)

A extensão da Linha Amarela do metro do Porto vai chegar até Vila D’Este, em Vila Nova de Gaia, sendo a previsão de conclusão em 2021, avançou, esta quarta-feira à noite, a empresa Metro do Porto.

Nesta quarta-feira à noite a Metro do Porto apresentou um estudo na Câmara de Gaia indicando que, a obra da extensão da Linha Amarela deverá ficar pronta em 2021, uma vez que vai ser adjudicada em dezembro de 2018 para a obra ter início em janeiro de 2019.

Nesta extensão de linha vão surgir três novas estações: Manuel Leão, Hospital Santos Silva e Vila D'Este. A linha de Hospital Santos Silva será construída à superfície, junto ao hospital, enquanto que a de Manuel Leão será subterrânea. A de Vila D’Este terá um cais único.

No estudo apresentado é também referido que vai ser construído, na zona de Vilar de Andorinho, um parque de estacionamento com capacidade para 20 automóveis, bem como, uma estação de serviço com máquina de lavar.

O valor global do investimento é de 106 milhões de euros, oito milhões em estudos, projetos e fiscalização e os restantes 98 milhões em construção.

+ notícias: Norte

Moradores do edifício atingido por fogo em Leça do Balio estão sem respostas

Os moradores do prédio que ardeu há cerca de dois meses em Leça do Balio continuam sem casa e com acesso aos apartamentos apenas três vezes por semana. Os moradores queixam-se da falta de respostas por parte da Polícia Judiciária e dizem que há muito que não vêem avanços.

Atropelamento faz um morto e um ferido ligeiro em Felgueiras

Um atropelamento com um veículo ligeiro provocou a morte de uma mulher de 64 anos na manhã desta quinta-feira, na Avenida Dr. Magalhães de Lemos, em Margaride, Felgueiras, disse ao Porto Canal fonte dos Bombeiros Voluntários de Felgueiras.

Atualizado 27-07-2017 16:28

Quercus aponta barragens do Tâmega como o "maior atentado" à natureza em 2017

A associação ambientalista Quercus classificou hoje as barragens em construção no Alto Tâmega, no distrito de Vila Real, como o "maior atentado" à conservação da natureza, em Portugal, em 2017.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

DESCUBRA MAIS