ESPECIAL CANDIDATURAS
CLIQUE AQUI PARA VER MAIS
Projeto Parceria
Porto Canal
Info

Exames/4.º ano: Raparigas são melhores a letras e rapazes a matemática

| País
Fonte: Agência Lusa

Lisboa, 09 nov (Lusa) - As alunas do 4.º ano tiveram melhores notas a Português e os rapazes a Matemática, segundo um 'ranking' da Lusa que coloca os estudantes de Coimbra como sendo os que obtiveram melhores resultados médios nas provas nacionais.

Ambos os sexos tiveram média negativa nas duas provas finais realizadas pela primeira vez, no passado ano letivo, por mais de cem mil alunos finalistas do 1.º ciclo.

As raparigas tiveram uma média de 2,79 valores (numa escala de zero a cinco) enquanto os rapazes tiveram 2,75, segundo as contas realizadas pela agência Lusa, tendo por base dados disponibilizados pelo Ministério da Educação e Ciência (MEC).

Também nas notas atribuídas pelo trabalho realizado ao longo do ano na escola, os professores deram melhores notas às meninas: elas tiveram uma média de 3,74 valores e eles de 3,63 valores.

Separando as duas provas, os rapazes conseguiram melhores resultados médios a Matemática (2,96 valores), contra as raparigas que tiveram 2,89 valores.

Apesar de ambos terem obtido piores resultados médios a Português, as meninas conseguiram melhores notas do que os rapazes: 2,69 contra 2,54.

Pelo trabalho e conhecimentos demonstrados a Matemática ao longo do ano, a média das notas atribuídas pelos professores foi igual (3,6 valores). Já a Português notou-se uma maior disparidade: as raparigas tiveram uma média de 3,85 valores e os rapazes de 3,62 valores.

No total, foram realizados 220.374 exames nacionais, sendo que metade das provas foram feitas por alunos de Lisboa, Porto, Setúbal, Braga e Aveiro.

Fazendo uma avaliação dos resultados por distrito, os estudantes de Coimbra foram os que apresentaram melhores resultados médios (2,91 valores), seguindo-se os de Viseu e Viana do Castelo (ambos com 2,88).

A meio da tabela, em 9.º lugar, surgem os alunos do Porto, com uma média de 2,8 valores nas 39.623 provas. Logo a seguir está Lisboa, distrito onde se realizaram 48.951 provas com uma média de 2,77 valores.

Os alunos dos Açores são os que apresentam piores resultados médios nacionais (2,47 valores), seguindo-se os estudantes que frequentam estabelecimentos de ensino no estrangeiro (2,52) e os de Faro (2,62 valores).

Quanto às notas atribuídas pelos professores pelo trabalho realizado ao longo do ano, os estudantes de Coimbra (3,79 valores) voltam a ser os que conseguem a melhor média, seguindo-se os da Guarda (3,78) e de Santarém (3,76). Já no final deste ranking elaborado pela Lusa, surgem os alunos de Faro (3,53), Açores (3,54) e os que frequentam escolas no estrangeiro (3,57).

SIM // CC

Lusa/Fim

+ notícias: País

Covid-19: Portugal com mais seis mortes e 325 novos casos nas últimas 24 horas

 Portugal regista hoje mais seis mortes por covid-19 e 325 novos casos de infeção em relação a quarta-feira, segundo o boletim diário da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Escolas podem recuperar matérias durante todo o ano lectivo

As escolas devem optar por recuperar ao longo de todo o próximo ano letivo as aprendizagens perdidas pelos alunos durante o ensino à distância iniciado em março desde ano por causa da pandemia de covid-19.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

RELACIONADAS

DESCUBRA MAIS