Info

Criminalidade no distrito de Aveiro baixou 5% na área da GNR - Comando territorial

| Norte
Fonte: Agência Lusa

Aveiro, 08 nov (Lusa) - A GNR registou nos primeiros nove meses do ano, no distrito de Aveiro, uma diminuição da criminalidade de cerca de 5%, observando-se uma redução dos crimes contra as pessoas e o património, anunciou hoje o comando territorial de Aveiro.

Os números foram avançados num encontro com jornalistas no âmbito das comemorações do Dia da Unidade.

No total, até ao mês de setembro foram registadas 12.880 ocorrências, menos 696 do que em igual período do ano passado, sendo que mais de metade das participações dizem respeito aos crimes contra o património, como furtos a casas, comércio e pessoa, com 6.691 casos.

Comparativamente com igual período do ano passado, verificou-se uma redução dos crimes contra pessoas (menos 6,9%) e contra o património (menos 7,4%), embora tenham aumentado os crimes contra a vida em sociedade (mais 4,6%) e os crimes contra o Estado (mais 11,9%).

Nos primeiros nove meses do ano, a GNR efetuou 2.560 detenções, registando-se um aumento de 5,3% nas detenções por condução sob efeito de álcool.

Relativamente à sinistralidade rodoviária, nos primeiros três trimestres, a GNR contabilizou 5.410 acidentes, contra os 5.311 registados em igual período do ano passado, o que corresponde a um aumento de cerca de 2%.

Apesar disso, houve uma diminuição de vítimas mortais (menos três), enquanto os feridos graves e leves aumentaram 6,4% e 4%, respetivamente.

Na mesma ocasião, foi ainda apresentado o laboratório científico da secção de investigação criminal onde são analisados os vestígios lofoscópicos recolhidos em locais de crime e que está equipado com o sistema AFIS, que permite a comparação de impressões digitais.

Este laboratório, que começou a funcionar no passado mês de abril, prestando apoio aos comandos de Aveiro, Coimbra e Viseu, já deu resposta a cerca de 200 pedidos de perícias lofoscópicas, que terminaram na identificação de 29 indivíduos.

"A implementação deste sistema permitiu tornar as diligências processuais respeitantes a exames periciais lofoscópicos muito mais céleres, passando a demorar no máximo um mês aquilo que antes demorava aproximadamente quatro meses, contribuindo assim para uma justiça que se quer mais rápida e eficaz", disse o coronel Agostinho Lopes da Cruz, comandante do Comando Territorial de Aveiro da GNR.

Com um efetivo de 1.116 militares, o comando territorial de Aveiro da GNR cobre uma área de cerca de 2.800 quilómetros quadrados e abrange uma população a rondar os 600 mil habitantes.

JYDN // MSP

Lusa/Fim

+ notícias: Norte

Utentes e trabalhadores do Centro Hospitalar da Póvoa de Varzim e Vila do Conde denunciam faltas de condições

Caixotes do lixo junto com os da roupa dos utentes, quartos lotados, instalações antigas e falta de espaço. São estas as queixas que mais se ouvem dos utentes e de quem trabalha no Centro Hospitalar da Póvoa de Varzim e Vila do Conde. A situação arrasta-se há vários anos e sem solução à vista.

MP investiga eventual peculato na Ação Social da Universidade do Minho

As buscas realizadas aos Serviços Sociais da Universidade do Minho, em Braga, inserem-se num inquérito em que se investigam factos suscetíveis de integrarem, designadamente, o crime de peculato, disse hoje à Lusa fonte da Procuradoria-Geral da República.

S. Pedro da Cova exige que Governo considere retirada de resíduos “interesse nacional"

A Junta de Freguesia de São Pedro da Cova, Gondomar, exigiu hoje que o Governo considere a retirada dos resíduos perigosos depositados há quase duas décadas naquela localidade como "interesse nacional" de forma a "contornar" qualquer entrave judicial.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.