Info

E o Óscar vai para: Passadiços de Arouca

| Norte
Porto Canal (MYT)

Os Passadiços do Paiva foram eleitos, no domingo passado, o projeto turístico mais inovador da Europa, na edição de 2016 dos World Travel Awards.

O percurso pedonal de Arouca, inaugurado em 2015, que conta com oito quilómetros nas margens do Rio Paiva, venceu, na noite do passado domingo, a categoria de Projeto de Desenvolvimento Turístico Líder na Europa, nos World Travel Awards, considerados os Óscars do Turismo a nível mundial.

Os premiados dos World Travel Awards, que teve a primeira edição em 1993 e que destaca os melhores projetos mundiais no âmbito do Turismo, surgiram de uma votação online que decorreu entre 7 de março e 17 de julho.

Em declarações à Lusa, Margarida Belém, vice-presidente da Câmara Municipal de Arouca e responsável pela área do Turismo, sublinha que “este prémio é um reconhecimento mundial pelo trabalho que diariamente desenvolvemos no terreno - um trabalho coletivo que é do Município de Arouca, do Arouca Geopark e também de todos os ‘players’ turísticos locais”.

Na disputa pelo título desta categoria, o percurso pedonal de Arouca competiu com o resort de luxo “Costa Navarino”, na Grécia, e com o Teh20 - Trail de Bydgoszcz de Água, Indústria e Artesanato, na Polónia.

Confrontada com o facto de os passadiços já terem sido alvo de incêndios desde a sua abertura, tendo o último ocorrido no mês passado, a autarca responde que “continuamos a promover e a vender o nosso território apesar do impacto negativo do incêndio. Uma situação como essa também nos confere energia para reinventarmos o projeto e reconstruirmos o passadiço mais rapidamente, com a sua nova ponte suspensa”.

Este selo de qualidade obtido com o World Travel Award, confere, segundo a autarca do município de Arouca, maior visibilidade aos passadiços e, tem como objetivo elevar os standards do setor.

"O prémio que recebemos representa uma responsabilidade acrescida, obrigando a que continuemos com esta dinâmica de dar a conhecer os nossos recursos naturais", declarou Margarida Belém. "É também a motivação para continuarmos a trabalhar sempre mais e melhor, educando para preservar", acrescenta.

+ notícias: Norte

GNR desmantela rede de contrafação no Norte e apreende 1,4 milhões de euros em artigos

A Unidade de Ação Fiscal da GNR anunciou este sábado que desmantelou uma rede de fabrico e venda de artigos contrafeitos, apreendendo material no valor estimado de 1,4 milhões de euros em Matosinhos e Famalicão.

Alunos de Vinhais fecham escola por causa do frio

Os alunos da escola secundária de Vinhais queixam-se do frio nas salas de aulas. Não se fazem obras no centro escolar há mais de 30 anos e os 300 alunos protestam contra a falta de condições.

População de Covas do Barroso está contra o projeto da mina de lítio

A população de Covas do Barroso e a autarquia de Boticas estão contra o projeto de uma mina de lítio a céu aberto em território classificado como Património Agrícola Mundial. A empresa responsável fala num investimento de 500 milhões de euros.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.