Jornal das 13 Jornal Diário Último Jornal

Governo requalifica Vale do Ceira, interior do distrito de Coimbra

| País
Porto Canal com Lusa

Góis, Coimbra, 02 set (Lusa) - O secretário de Estado do Ambiente, Carlos Martins, disse hoje que a tutela está a desenvolver um projeto para o Vale do Ceira, no interior do distrito de Coimbra, apoiado por um fundo norueguês com dois milhões de euros.

"Não são dois milhões para gastar em obras, que só por si não garantem sustentabilidade. É para ser um projeto em rede, que possa trazer valor acrescentado e, sobretudo, um projeto sustentável no tempo", disse o governante, na Cabreira, concelho de Góis, de onde é natural.

Segundo Carlos Martins, que participava na apresentação do Parque Patrimonial do Vale do Ceira, desenvolvido pela Lousitânea - Liga de Amigos da Serra da Lousã, com a participação dos municípios de Góis, Arganil e Pampilhosa da Serra, o projeto deve iniciar-se em 2017 e desenvolver-se entre dois a três anos.

A intervenção no Vale do Ceira, que poderá vir a acolher propostas do projeto do Parque Patrimonial, passa pela dimensão hidráulica, turística, "que pode ter obras ou não, de relação com as populações, com o uso e a qualidade da água, a defesa de algumas infraestruturas e a criação de alguma riqueza".

"Não esperamos criar condições para um grande crescimento, mas queremos criar condições para que haja desenvolvimento e as pessoas que aqui estão tenham riqueza e vivam bem com aquilo que são os seus recursos locais e regionais", sublinha Carlos Martins.

O secretário de Estado do Ambiente considera que, se o projeto tiver sucesso, poderá ser complementado com outras candidaturas ao mesmo fundo, "que destina estes dois milhões numa primeira fase".

No sentido de o projeto ser "verdadeiramente integrado", o governante salientou que depois é preciso também "encontrar outras valências e outros fundos no turismo, no ministério da Administração Interna e da Agricultura, porque é assim que as autoridades que vão financiar entendem que o dinheiro é bem aplicado: quando acrescenta valor e é feito em rede com os cidadãos e com as instituições sejam públicas ou privadas".

Sobre o projeto do Parque Patrimonial do Vale do Ceira, que pretende valorizar o território de seis freguesias dos concelhos de Góis, Arganil e Pampilhosa da Serra, ao nível natural, turístico e cultural, Carlos Martins disse que tem "todos os ingredientes para ser um caso de sucesso".

AMV // SSS

Lusa/fim

+ notícias: País

Nove em cada 10 vítimas de violência doméstica não recorre a apoios

Nove em cada dez vítimas de violência doméstica não pedem ajuda ao sistema público de apoio, por desconhecimento, isolamento ou dificuldades no acesso aos serviços, disse à Lusa Elisabete Brasil, da União de Mulheres Alternativas e Resposta (UMAR).

Poluição aumenta devido à seca extrema

As emissões poluentes e os custos da produção de eletricidade dispararam por causa da seca. A associação ambientalista zero está preocupada com as emissões de Dióxido de Carbono e considera que o país deve apostar em energias renováveis.

Seca extrema pode fazer aumentar preços na agricultura

A seca extrema que se verifica no país tem afetado a agricultura e vai provocar um aumento no preço dos produtos. O alerta é do presidente da Confederação dos Agricultores de Portugal, que disse ainda haver neste momento uma grande apreensão nos empresários do setor.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

DESCUBRA MAIS