"As crianças embora sejam portadoras do vírus (covid-19) não parecem ser agentes altamente contagiosos"

| Porto Canal

Jorge Amil Dias, Presidente do Colégio da Especialidade de Pediatria, quando falta cerca de um mês para o início do novo ano letivo, diz que "neste momento, com o conhecimento que temos, o que se pode dizer é que as crianças embora sejam portadoras do vírus (covid-19) e possam até ter eventualmente, como mostram alguns estudos, maior densidade de partículas víricas, não parecem ser agentes altamente contagiosos". De acordo com Jorge Amil Dias, "felizmente, a generalidade dos quadros clínicos de infeção em crianças é ligeiro, a grande maioria cura-se sem problemas e mesmo enquanto agentes potencialmente contagiantes para adultos parece que as notícias são otimistas e as crianças não são veículos de forte contágio".

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.