Transferência de competências para as autarquias: "É melhor ser em março de 2022 do que ser em janeiro de 2019"

| Porto Canal

Paulo Cunha, autarca de Famalicão, comenta a promulgação do adiamento da transferência de competências da Saúde e da Educação para as autarquias, e diz que a transferências de competências "é melhor ser em março de 2022 do que ser em janeiro de 2019", uma vez que "quanto mais tempo houver para que tanto o Governo como os municípios possam ajustar-se à nova realidade melhor".

Paulo Cunha afirma ainda que "estamos a falar de um volume enorme de competências, de uma mudança muito radical naquilo que é o funcionamento das autarquias", e por isso, "é também uma mudança universal e é bom não ignorar que se é verdade que há muitos municípios, que por força da sua dimensão e massa crítica, têm condições para receber competências, também é verdade que há muitos outros que não têm essas condições".

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.