"Não se pode "responder a dificuldades simplesmente atribuindo subsídios às empresas"

| Porto Canal

João Neves, Secretário de Estado Adjunto e da Economia, diz que não se pode "responder a dificuldades simplesmente atribuindo subsídios às empresas". Para João Neves é necessário "ter os apoios que correspondam às necessidades das empresas, mas também numa perspetiva de retoma das atividades e, se houver simplesmente uma injeção de dinheiro de caráter temporário, num espaço de tempo muito curto, poderão responder a uma necessidade imediata mas não podem a partir daí construir soluções fortes para o futuro das empresas, há que separar o trigo do joio".

João Neves indica ainda que " ao viver momentos excecionais há sempre dificuldades e setores, quer de trabalhadores, quer de empresas, em encontrar nos sistemas de apoio respostas para as suas dificuldades".

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.