ESPECIAL CANDIDATURAS
CLIQUE AQUI PARA VER MAIS
Projeto Parceria
Porto Canal

"O Governo pode estar a utilizar verbas que seriam para obras estruturantes do país para alocá-las a Lisboa para beneficiar a reeleição de Fernando Medina"

| Porto Canal

Tiago Girão, Diretor de Informação do Porto Canal, comenta a utilização de Fundos Comunitários para obras no Metro de Lisboa e a incoerência entre as palavras do Ministro do Planeamento e do Ministro do Ambiente, que se contradisseram já que Matos Fernandes disse que Portugal vai perder Fundos com a suspensão da linha circular no Metro de Lisboa e Nelson de Sousa afirmou que o dinheiro Comunitário pode ser aplicado noutros projetos, isto é noutras zonas do país que não a capital.

O Diretor de Informação do Porto Canal salienta que pode ser "perfeitamente plausível" a leitura de que "o Governo pode estar a utilizar verbas que seriam para obras estruturantes do país, para alocá-las a Lisboa para beneficiar a reeleição de Fernando Medina", uma vez que no próximo ano haverá eleições autárquicas.

Tiago Girão enumera algumas obras estruturantes a Norte que não foram levadas a cabo por falta de verbas, entre elas a expansão do Metro do Porto até à Trofa, que está há cerca de 20 anos sem sair do papel, em que Matos Fernandes, Ministro do Ambiente, indicou ser da responsabilidade da Área Metropolitana do Porto. O Diretor de Informação do Porto Canal deixou, por isso, a seguinte questão: "a construção de uma linha do metro em Lisboa é da responsabilidade do Governo e outras obras, como a expansão do metro até à Trofa é da responsabilidade da àrea Metropolitana do Porto?".

O Diretor afirma ainda que "o PS não é o dono disto tudo, há ainda que seguir alguns trâmites que passam pelas aprovações, nomeadamente no Parlamento".

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

DESCUBRA MAIS

N'Agenda

"O humor nem sempre é para rir"...

N'Agenda

João Gil: "O Porto é uma...

N'Agenda

Manuela Azevedo: "Quem está no...