"Não existe uma vontade política para uma verdadeira política de combate à corrupção"

| Porto Canal

Karina Carvalho, da Associação Transparências e Integridade, explica dos dados da CPI (Corruption Perceptions Index) "tornam claro que os progressos ao nível global não se fazem sem vontade política" no combate à corrupção e que a situação de Portugal está "estagnada". Acrescenta ainda que "não existe uma vontade política para uma verdadeira política de combate à corrupção".

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.