Cultura: "É impossível trabalhar assim e é impossível aceitar a resposta do Primeiro-Ministro"

| Porto Canal

Dário Oliveira, um dos subscritores da carta aberta assinada por várias personalidades do mundo das Artes e dirigida a António Costa, diz que "é impossível trabalhar assim e é impossível aceitar a resposta do Primeiro-Ministro". Dário Oliveira acrescenta ainda que "se a Cultura faz parte do plano do Governo não deveria ter sido relegada para um lugar subalterno onde o Primeiro-Ministro a põe com esta resposta" e afirma também que "a grande questão é onde estava o Ministério da Cultura quando se fez o PRR?".

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.
Zoom Zoom Z o o m