Covid-19: "O equipamento em construção estará pronto no final deste mês de novembro e é um importante auxílio à retaguarda hospitalar"

| Porto Canal

Paulo Cunha, autarca de Famalicão, analisa a construção de um edifício de apoio ao serviço de urgência do Hospital de Famalicão num investimento de 150 mil euros, por parte da autarquia, e diz que "o equipamento em construção estará pronto no final deste mês de novembro e acreditam que está devidamente apetrechado para que possa funcionar e ser, de facto, um importante auxílio à retaguarda hospitalar que é tão importante no contexto pandémico que estamos a viver".

Paulo Cunha lembra ainda que "obviamente que a capacidade de trabalho dos seres humanos não é ilimitada como não são ilimitadas as condições infraestruturais", sendo que relativamente ao Hospital de Famalicão, o autarca afirma que "não é possível de um dia para o outro aumentar a sua capacidade ao nível de enfermarias, o que faz com que se esteja num contexto, não de rutura, mas em que de facto a capacidade se está a aproximar do limite".

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.